Cachorro sentado na frente da sua caminha

Pet hotel: o que ele deve oferecer?

Quem tem um animal de estimação em casa ou trabalha com os bichinhos dos outros, vira e mexe, se pega na dúvida: o que fazer quando for viajar para um lugar que não dê para levar o bichinho? O melhor mesmo seria deixá-lo com amigos ou parentes confiáveis. Porém, nem sempre isso é possível. Nesse contexto, o pet hotel serve para preencher essa lacuna.

No entanto, é natural que os tutores fiquem apreensivos ao deixar seus filhos peludos com pessoas desconhecidas. Por essa razão, seja para encontrar um hotel para o seu bichinho, seja para orientar seus clientes, é bom conhecer o tipo de estrutura ideal para os nossos amigos de quatro patas.

Assim, o hotel pet deve proporcionar um cantinho confortável com cobertura para o soninho, água sempre disponível e uma alimentação adequada ao peso, à idade e às condições de saúde.

Outro quesito fundamental são as atividades de lazer. Afinal, longe dos donos, o cãozinho ou o gato tendem a ficar estressados. Para não dar um tiro no escuro na hora de escolher um pet hotel, preparamos algumas dicas interessantes. Quer ver? Então leia este post!

Terreno razoável para passar o dia

Um pet hotel de qualidade deve ter uma área grande para que os bichinhos passem o dia correndo e brincando. Como eles ficarão um tempo sem os donos, é preciso um espaço suficiente para que eles se entretenham.

Na realidade, o hotel pet deve permitir que os animais fiquem soltos durante o dia e que haja interação com outros bichos e pessoas.

Por isso, não é nada saudável aqueles lugares em que o animal fica quase todo o tempo preso no canil. Desse modo, esse espaço deve ser usado apenas a noite.

Além disso, fique de olho na segurança: são essenciais para um hotel pet um isolamento que impeça que os animais fujam. Para isso, confira a situação de portões e observe se existem grades seguras.

Funcionários 24 horas

Mais um critério para selecionar o pet hotel é a presença constante de vigilância humana. Isso é importante para conter brigas, atender um bichinho que passe mal ou até mesmo socorrê-los em situações de emergência, como um incêndio.

Nessa equipe, deve haver um veterinário responsável. Mesmo que esse profissional não fique o tempo todo no lugar, é indispensável contar com um que possa ser acionado rapidamente em circunstâncias mais extremas.

Quando vários cães ou gatinhos ficam juntos, é essencial redobrar a atenção em todos os cuidados, como a alimentação, por exemplo. Afinal, recém-nascidos requerem ração para filhotes, assim como os bichos adultos e idosos também carecem de comida apropriada. Tudo isso demanda mão de obra.

Acompanhamento online

Para você fazer seu passeio com total tranquilidade, prefira o hotel pet que disponha de um monitoramento virtual por câmeras. Assim, você pode observar seu filho peludo pelo celular toda vez que o coração der aquela apertadinha.

Recreação e atividades físicas

Como já dissemos, a separação da família pode ser muito angustiante aos cachorros, gatos e demais bichinhos. Nesse cenário, é legal um pet hotel com agenda de lazer para os filhos peludos.

Isso garante o bem-estar animal e evita que eles fiquem prostrados ou deprimidos, algo que é muito comum. Além disso, muitos estabelecimentos proporcionam exercícios interessantes com bola, natação, hidroesteira e até mesmo festa para os pets. Tome a decisão levando o equilíbrio entre seu bolso e as coisas que seu animalzinho ama fazer.

Separação de animais agressivos

Um bom pet hotel, no caso de aceitar a permanência de cães agressivos, precisa ter serviços e condições estruturais de segurança. Ou seja, são fundamentais técnicos que saibam lidar com esse tipo de personalidade, bem como um afastamento físico de outros animais. Assim, você impede que ocorram coisas desagradáveis, como seu cachorrinho ser mordido por outro.

Higiene impecável

Mais um fator que deve ser levado em conta é a limpeza. Nesse quadro, avalie as condições de higiene: as fezes estão sendo recolhidas? O local tem um cheiro agradável? Afora isso, se você for passar mais de 15 dias fora, questione se o estabelecimento tem banhos para cachorro incluídos no pacote.

Dia de visita antes da hospedagem

Nenhum animal gosta muito de enfrentar novidades que os tirem da rotina, ainda mais distante de seus donos. Por essa razão, selecione um pet hotel que permita a sua visita com seu amiguinho antes da viagem.

Desse modo, ele vai se acostumando com os odores, com as instalações e com os profissionais que tomarão conta dele.

Portanto, com alguns cuidados, não será difícil achar um pet hotel de qualidade. Assim, você viaja com muito mais calma e sem peso algum na consciência. Afora isso, com essas dicas, é possível orientar seus clientes da clínica veterinária.

Quer saber mais sobre serviços no mundo pet? Então leia também nosso post O que é pet friendly!

Por favor, siga-nos e curta-nos
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *