Mulher abraçando o seu cachorro

Como acalmar o cachorro com medo de fogos?

O cãozinho se treme todo, chora daquele jeitinho manhoso e o seu coração parece que vai saltar pela boca. Realmente, em época de jogos e festas, o barulho dos rojões e similares causa muito sofrimento para os pets. Nesse cenário, a gente se pega pensando: como acalmar o cachorro com medo de fogos?

É mesmo difícil tirar o bichinho do estado de terror sem saber quais são os procedimentos corretos. Por isso, preparamos neste post algumas dicas para você usar em casa ou até mesmo para ensinar a outros tutores. Assim, todo mundo faz a sua parte para o bem-estar animal, gesto bem mais bonito do que qualquer iluminação sintética. Quer saber mais? Então veja como acalmar o cachorro com medo de fogos!

Entenda os motivos do pânico

Sua lição de como acalmar o cachorro com medo de fogos começa entendo o lado do pet. Primeiramente, é preciso lembrar que a audição dos cães é muito mais desenvolvida que a humana.

Por isso, eles escutam os estrondos de uma forma muito mais intensa. Além disso, não se pode negar que os ruídos são altos até mesmo para as pessoas. Por isso, é muito importante reforçar os cuidados com os animais nesses períodos. Ao saber disso, com certeza vai ficar mais fácil fazer o pet relaxar. Veja a seguir por que os cachorrinhos ficam desse jeito!

  • Barulho: como já dissemos, a percepção dos cachorros sobre o som é muito mais aguçada, o que torna o som aterrorizante para eles;
  • Estresse: cães domésticos carregam uma herança selvagem. Na natureza, o barulho quase sempre representa perigo: um predador ou uma chuva forte que se aproximam, por exemplo. Desse modo, o pet tende a se apavorar por uma questão de instinto de sobrevivência;
  • Genética: a estrutura genética também entra nessa conta. Em alguns casos, a ansiedade é tão grave que é preciso entrar com medicação.

Não mude seu modo de agir

Um dos segredos para acalmar o cachorro com medo de fogos é agir normalmente, sem dar atenção para o barulho nem para a reação do pet. Para deixar seu cachorro feliz, evite pegar no colo e fazer carinho quando ele está na crise do medo.

Além disso, procure mostrar calma: sente no sofá e olhe para a televisão, ande devagar pela casa e toque sua vida como se não tivesse problema nenhum. Assim, o pet tende a captar essa energia mais calma.

Recompense com petiscos

Outra dica de como acalmar o cachorro com medo de fogos é adestrar o cão com a técnica do petisco. Dessa forma, quando os fogos de artifício estalarem, dê ao amiguinho uma guloseima ou outros alimentos liberados para cachorro comer. Assim, aos poucos, eles podem começar a relacionar esse alvoroço com coisa boa.

Vede o som e crie outros barulhos

Também é uma boa tática de como acalmar o cachorro com medo de fogos reduzir a entrada do som na casa. Para tanto, feche as portas e as janelas. Além disso, crie outras fontes de ruído que sejam mais familiares e corriqueiras para o pet.

Desse modo, pode ser o ar-condicionado, a televisão ou até mesmo aquela sua playlist favorita. Mais uma medida importante, se possível, é passear com o cachorro nessas datas. Assim, com mais cansaço físico, o animal não se concentra tanto no problema.

Experimente a terapia Tellington Touch

Outro jeito de como acalmar o cachorro com medo de fogos é usando a Tellington Touch, uma faixa corporal. Quando as pessoas soltam fogos, os cães ficam muito vulneráveis em partes do corpo como as patas e as orelhas.

Com esse método, é colocada uma faixa estrategicamente no corpo. Assim, a circulação melhora nessas extremidades, o que deixa o animal doméstico mais calmo e autoconfiante. Além disso, é indispensável um cuidado para não apertar demais a fita. Se isso acontecer, a crise de medo do cãozinho pode piorar. Tem mais: não tente colocar a faixa bem no dia dos fogos!

Em outras palavras, treine antes da data festiva o gesto de vestir e retirar a faixa. Assim, o cachorrinho não vai estranhar na hora em que os fogos de artifício estiverem rasgando o céu.

Como você já deve ter percebido, existem inúmeras maneiras de como acalmar o cachorro com medo de fogos. Por isso, você não precisa mais morrer de preocupação ao ver seu pet estressado. Que tal dividir este conteúdo com clientes, amigos e parceiros e ajudar na conscientização? É simples: compartilhe este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *